Technovação InnovaCities 2018 Empatia Experience

http://catve.com/noticia/6/213250/innovacities-promete-movimentar-o-centro-de-convencoes-e-eventos-de-cascavel
Postado em 10/04/2018 – Fonte: Catve

 

Saber falar e saber ouvir. Fundamentais para os dias de hoje. Aliás, você realmente sabe ouvir?

Existe uma ferramenta de inovação para o empreendedor, conhecida por Design Thinking. Na prática, um conjunto de métodos e processos criativos na abordagem de problemas que nos permite enxergar mais adiante possíveis soluções, colocando as pessoas no centro do desenvolvimento de um projeto, em trabalho colaborativo e equipes multidisciplinares. Daí extraímos seu tripé essencial: Empatia, Colaboração e Experimentação.

Em inovação e empreendedorismo, admite-se ser fundamental conhecer a dor do outro, o problema ou o desafio a ser solucionado.

Quantas vezes já dissemos: você não está na minha pele, ou então, calce os meus sapatos para saber onde meu calo aperta, ou ainda, você não sabe como eu me sinto por dentro.

A Empatia pode ser considerada a primeira e mais relevante habilidade socioemocional para convivermos neste planeta, onde a heterogeneidade e a diversidade cultural são fatos inarredáveis. É assumir a perspectiva do outro, sobretudo quando estamos diante de valores diferentes dos nossos.

O empreendedorismo inovador exige o desenvolvimento de habilidades essenciais, e que estão em alta no mercado de trabalho deste início de século, entre elas: a escuta ativa, a comunicação clara, a intercooperação, a resiliência, a mediação de conflitos, saber buscar e oferecer ajuda, compreendendo que toda assistência é uma via de mão dupla, e o aprendizagem autodidata são permanentes ao longo da vida. Ninguém sabe tudo, ninguém conhece tudo, e a gente sempre tem algo a aprender com o outro, se estiver disponível para tanto.

Então, criar empatia é também criar laços ou pontes com as pessoas, aprender a se colocar no lugar do outro.

E aí, se você pudesse estar no lugar de outra pessoa ou ser vivo, por alguns instantes, para conhecer e compreender suas dores e seus risos, isso faria diferença? Muitos entendem que sim. Estar no lugar do outro pode fazer diferença a maior, e não apenas para os profissionais da área de saúde ou para os empreendedores e inovadores, mas para todos os seres humanos.

Por vezes, uma experiência significativa e impactante, pode promover reflexões profundas e acelerar uma mudança sadia e desejada em nossa forma de agir e reagir.

A Tecnologia e a Paratecnologia podem contribuir nesse mudança? A resposta é sim.

Por esse motivo, a ABIPIR decidiu criar o projeto Empatia Experience, um circuito que objetiva promover a autoexperiência empática em diferentes estações e condições perceptivas, desde a humana até a ambiental.

O circuito de estímulo ao senso e prática da Empatia foi construído em parceria pelas seguintes instituições: ABIPIR, Coletivo Educador de Foz do Iguaçu, Responsabilidade Planetária, Uniamérica, Unila e Unioeste – Campus Foz do Iguaçu.